Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de encantar ou talvez não...

Histórias de encantar ou talvez não...

24
Abr21

O anjo da guarda cap. XII \ parte 1

Intima

132505218_433459477824611_1466419332764348214_n.jp

- Estou Cláudio? Sou eu a Erica! Está tudo bem contigo?

- Tudo Erica desde ontem, está tudo bem contigo e com o bebé?

- Sim estou a morrer de saudades tuas quando vens cá a casa?

- Amanhã eu passo aí pode ser?

-Claro amor, estarei é tua espera...

Flávia desligou o telefone e sorriu, naquela semana tinha conseguido que Cláudio voltasse a interessar-se por ela, ou melhor pela irmã, só faltava um dia para o seu plano dar certo, dali a dois dias voltava para Cláudio...

Todas as cartas que escreveu a Cláudio, todos os telefonemas, fez tudo a fazer passar-se pela irmã...mas existia a hipótese de não dar certo...e se eles descobrissem que na verdade era ela e não Erica a autora de tudo aquilo... podia sempre matar a irmã, por uma barriga falsa e assumir a identidade dela, como a gravidez ainda pouco se notava podia simular um acidente e dizer que tinha perdido o bebé...tudo resolvido...

21
Abr21

O anjo da guarda cap. XI\ parte 5

Intima

127765019_140033470838599_5771636706263972575_n.jp

Ao chegarem ao hotel a excitação era tanta que Gabriel fechou a porta com um pontapé e começou imediatamente a despir Erica sem parar de beija-la tirou-lhe a camisola seguindo o sutiã, seus lábios desceram para os seios dela, acariciando-os e beijando-os...Enquanto isso Erica lutava para abrir a camisa dele, mas acabou por rebenta-la, Gabriel já lhe tinha tirado as calças e as cuecas e a língua dele já explorava a sua vagina e clitóris...Erica deitou-se e rodou de forma a apoderar-se do pénis completamente duro dele, meteu-o todo na boca e explorou cada cm de pele...Gabriel levantou-a e posicionou-a de forma a penetra-la por trás e sem qualquer aviso meteu o pénis duro no anús de Erica fazendo-a gritar primeiro de dor depois de extremo prazer...Erica nunca tinha sido possuída daquela maneira e depressa chegou ao orgasmo fazendo com que Gabriel de viesse também, adormeceram abraçados um ao outro, completamente saciados...

- Isto também é lindíssimo, mas gostei mais do Palácio...também tem alguma lenda lenda associada?

- Sim mas é referente a Nossa Senhora...

- Conta...

- Ok...Segundo a lenda perto daqui desapareceu de casa um menino com cerca de cinco anos, sem que a sua mãe conseguisse saber  onde ele estava, pensou que ele tinha caído do alto do penhasco ao mar e tivesse morrido afogado, mas a verdade pelos vistos era outra, pelo que se sabe umas bruxas tinham tirado o menino da sua casa e lançaram-no num despenhadeiro, num monte sobre o mar. Ao ouvi-lo chorar, acudiram uns pastores de gado que rapidamente deram a noticia à aldeia, de lá saíram muitos aldeões como também a mãe do menino para o socorrerem. Para o tirarem do buraco que parecia fundo e inacessível foi uma tarefa complicada mas lá conseguiram...Todos alegres por o verem são e salvo, quando na mãe lhe perguntou como ele tina ido ali parar e como conseguira sobreviver tantos dias sem comer, o menino contou que umas senhoras o tinham atirado para aquele buraco, mas houve outra senhora muito bonita que todos os dias lhe levava umas sopinhas de cravo para ele comer...depois de tudo explicado, toda a aldeia juntamente com a família do menino dirigiram-se para a igreja para agradecer a Nossa Senhora tudo ter acabado em bem...ao chegarem ao altar com Nossa Senhora o menino olhou para ele e disse virado para a mãe: " Olha mãe ali está a senhora que me levava a sopinha de cravos para eu comer..."

- Bolas agora arrepiaste-me...

O resto da semana passou a correr, quando deram por ela estava na hora de regressarem ao trabalho...

18
Abr21

O anjo da guarda cap. XI \ parte 3

Intima

155979298_441468857297370_2977436307526673344_n.jp

A conversa foi toda feita em silêncio, Erica começava a ficar aflita

- Gabriel por favor fala comigo...

Gabriel abraçou-a e chorou, como nunca tinha chorado...foi então que Erica se apercebeu o que se tinha passado e abraçou-o com força...

- Erica eu só posso estar maluco, não acredito no que se passou aqui...

- Reza a lenda que este jardim era o local onde as mouras vinham, ao sair do banho, respirar a frescura do ar e o perfume embalsamado das flores. Uma dessas mouras apaixonou-se por um cristão que escondido a observava, mas essa moura era casada e quando o marido descobriu matou-a...a lenda diz que ainda hoje todas as noites a moura volta ao jardim em busca do cristão por quem se apaixonou e o poder desse amor é tão forte que quem vem aqui encontra-se sempre com alguém que amou muito mas que infelizmente já partiu para o outro mundo...eu quando vim aqui pela primeira vez vi e falei com os meus pais...tu falaste com a Melissa certo?

- Sim, e conversei com ela, mas antes tive a visão do nosso casamento aqui mesmo neste jardim...e se casássemos aqui?

- Acho uma ideia maravilhosa...

- Bem estamos em Março são quatro meses de gravidez mais cinco isso dá Agosto...que dizes de Setembro...

- Mal posso esperar...vamos ver agora o interior do Palácio?

18
Abr21

O anjo da guarda cap. XI \ parte 2

Intima

145985609_827823864461791_8721061076160290096_n.jp

Erica levou Gabriel até a um jardim, na opinião dele era o jardim mais fantástico e envolvente que ele alguma vez visitara, o perfume das flores e a magia que se fazia sentir no local levaram-no para outros tempos onde ele era um príncipe e Erica uma princesa, estavam juntos naquele jardim, ela com um vestido de noiva digno de uma princesa e ele com um traje de cerimónia, no colo dele sorria o mais lindo bebé, à frente deles um padre, atrás uma imensidão de gente...era o casamento deles...

Ao olhar o céu viu os rostos sorridentes de Melissa e Tiago, sentiu-se mal e quase caiu, Erica assustada amparou-o e fê-lo sentar-se num banco ali perto.

- Gabriel estás bem?!

Gabriel não respondeu, pelo seu rosto corriam duas lágrimas, voltou a olhar o céu eles ainda ali estavam...

- Não tiveste culpa, foi um acidente, um simples acidente, olha em frente esquece o passado...

-Como posso esquecer, vivo com a culpa nas minhas costas...

- Mas a culpa não foi tua foi o destino que assim quis...

- Mas vocês ainda eram tão novos, tinham a vida toda pela frente e eu acabei com ela...

- Acredita tinha chegado a nossa hora, nós tínhamos de sair da tua vida para que pudesses ajudar a Erica, assim estava escrito...

-Estás-me a dizer que eu fui escolhido para a ajudar?

- Tanto tu como ela ainda vão sofrer imenso, mas lembra-te tens de estar sempre ao lado dela, tal com ela também vai estar ao teu...

- Mas porquê?

- Nada mais te posso dizer, sou simplesmente o vosso anjo da guarda, tenho que ir..

- Por favor não vás...vou ver-te novamente?

- Estarei sempre do vosso lado, tal como o Tiago...sê feliz...

16
Abr21

O anjo da guarda cap. XI \ parte 1

Intima

126496450_1032531247252156_1283806056243740687_n.j

Erica e Gabriel foram cedo para a zona da serra de Sintra...

- Adoro este lugar...

- Costumas vir aqui muitas vezes?

- Sempre que o teu pai me dá férias...este lugar tem imensos mistérios e faz-me sentir muito bem...

- Conto contigo para me servires de guia, por onde começamos?

- Vamos até ao Castelo dos Mouros...

Subiram até ao castelo e respiraram fundo, a vista era maravilhosa...

- O que é aquilo ali em cima?

- É o palácio de Sintra, também iremos lá...

Desceram até ao fundo do castelo onde viram alguns buracos, muitos deles bem disfarçados...

- Engraçado, que fazem aqui estes buracos, parecem grutas...

- É quase, dizem que existe uma verdadeira cidade subterrânea, formada por túneis e grandes galerias, a partirem daqui do castelo, construidos pelos Mouros e pelos Templários há cerca de oito séculos, faz com que a serra de Sintra se pareça mais com um enorme queijo "gurgere" do que com uma montanha, montanha esta que Ptolomeu apelidava de "montanha da lua" nome que foi repetido por Camões quando se refere a ela em versos do "Lusíadas".

- Magnifico, como sabes tudo isso?

- Como te disse adoro este sitio e li tudo a respeito, mas ainda há mais...em tempos mais remotos houve alguém que lhe chamou "OFIUSA", palavra grega que significa " Terra das Serpentes"...serpentes que se dizia que eram os ídolos das tribos indígenas... Houve um estrangeiro na conquista de Lisboa por D. Afonso Henriques que diz nas suas crónicas que a Serra de Sintra é tão enigmática ao ponto das éguas ficarem prenhes apenas devido ao vento...

- Uau!! Não era eu que queria aqui as minhas éguas...mas os túneis que falaste à pouco não se vêm?

- Fala-se da existência de túneis mas não se veem porque estão obstruídos por terra e entulho, mas como vês, notam-se vários tipos de acessos, parte dos túneis são escavados nas rochas, um deles vai até ao convento dos capuchinhos, que fica a oito kilometros de Sintra, outro vai até ao Rio de Mouro, acaba junto ao ribeiro que passa lá. A tradição portuguesa é crente quanto à referencia sobre as grutas e túneis, chegando mesmo a fazer parte das lendas do povo de regiões afastadas.

- Tudo isto é absolutamente fascinante, começo a apaixonar-me por este lugar...

Quando chegaram aos Jardins do Palácio de Sintra Gabriel ficou ainda mais extasiado...

- Este palácio é cheio de jardins que nos fazem sonhar com tempos antigos, de como seria viver aqui, no tempo dos Reis e Rainhas...anda quero mostrar-te um muito especial...

16
Abr21

O anjo da guarda cap. X \ parte 2

Intima

124631588_881807758889873_4616521580920665399_n.jp

No dia seguinte acordaram bastante tarde e só tiveram tempo de tomarem um banho rápido e seguiram para o escritório, onde tinham a reunião, esta alongou-se por toda a tarde quando regressaram ao quarto Erica estava bastante cansada e adormeceu de imediato...

- Bom dia dorminhoca, ou devo dizer boa tarde...

- Boa tarde?! que horas são?

- Duas  da tarde...

- Duas?! Estás a gozar!

- Não olha o relógio...

- Porque me deixaste dormir tanto?

- Foi o médico que recomendou...

- O médico?

- Sim eu liguei para o teu médico...queria saber quais os riscos da tua gravidez, o que podíamos fazer ou não, para que altura está previsto o parto...essas coisas...

- Porquê esse interesse todo? Somos só namorados e eu sinceramente estou a viver o momento, não quero pensar no futuro, nem sei se tu vais aguentar até ao fim da gravidez, daqui a pouco vou ficar gorda feia e barriguda...

- Tu és linda, nada te fará ficar feia, e eu não te vou largar por nada deste mundo, quero fazer parte da tua vida e da desse bebé para sempre...até sermos bem velhinhos...

- O que queres dizer com isso?

- Quero que sejas minha mulher Erica...quero que cases comigo...aceitas

Erica ficou pasmada a olhar para Gabriel, estava ali à sua frente um homem lindo, um homem que queria casar com ela mesmo sabendo que ela estava grávida de outro...nunca na vida se tinha sentido tão amada...

- Claro que sim Gabriel, claro que quero casar contigo...

- Casamos assim que o bebé nascer o que achas?

- Uma optima ideia...que vamos fazer hoje?

- Nada, a não ser descansar e ver televisão...

- Porquê? Algum problema?

- O médico disse que podemos fazer amor sempre que quisermos mas sem exageros, portando decidi que hoje vamos ficar aqui os dois agarradinhos a ver televisão, vão passar duas comédias muito boas o que achas?

- Estando contigo, qualquer programa é bom...

14
Abr21

O anjo da guarda cap. IX \ parte 3

Intima

120137455_1103981680054643_6547293163665288498_n.j

Flávia ficou paralisada quando viu Gabriel...Erica apercebeu-se que afinal era Flávia a mentirosa nesta história toda...

- Eu não acredito que me mentiste Flávia, porquê? porque fizeste isso...

- Foi para teu bem, é com o pai do teu filho que tens de ficar, não com uma pessoa que mal conheces...

- Eu conheço o Gabriel muito bem Flávia, e sei que ele só quer o meu bem...o Cláudio pôs-me os cornos com a minha melhor amiga, será que te esqueceste?

- O Cláudio está arrependido, e é com ele que tens de ficar, é ele o pai do teu filho, só com ele vais ser feliz...não é com mais ninguém..

Gabriel notou que Erica já estava a tremer com os nervos,e com as lágrimas nos olhos...

- Com quem a sua irmã vai ser feliz só a ela diz respeito, agora agradeço que saia desta casa, a sua irmã está a começar a ficar alterada, e isso não é bom nem para ela nem para o bebé...

- Estou na casa da minha irmã o sr. não tem nada a ver com quem está ou não...

- Flávia por favor vai embora...

- Erica...

- Flávia sai...não me obrigues a por-te lá fora

Flávia saiu com a cabeça baixa..."eu ainda vou estragar este romance"

Erica sentou-se na cama a chorar, Gabriel abraçou-a e deixou que ela adormecesse...deitou-a e foi dormir para o sofá...

Quando acordou na manhã seguinte Erica ficou assustada por não ver Gabriel ao seu lado, levantou-se e foi procura-lo...encontrou-o a dormir profundamente no sofá...

- Sr Gabriel...hora de acordar...

Gabriel acordou e olhou para Erica, sorriu, mas depois levantou-se rapidamente...

- Erica estás bem? O bebé?

- Calma está tudo bem, só precisava descansar...

- Sinto muito por ontem...

- Eu também...mas tudo se vai arranjar...vou tomar um banho, tens o pequeno almoço na mesa, temos de estar no consultório daqui a uma hora...

Gabriel ficou maravilhado a ver aquele pequeno ser na barriga da mulher que amava, não era dele mas se ela quisesse trataria-o como tal...

- Erica...

Ela desviou o olhar do ecrã e olhou para ele...

- Erica...amo-te...não estava nos meus planos voltar a apaixonar-me...mas tu apareceste na minha vida e viras-te-a de pernas para o ar...quero ajudar-te a criar esse bebé e trata-lo como se fosse meu...se me deixares...

Erica sorriu puxou a cabeça dele para si e beijou-o...

- Eu também te amo...e já considero este bebé como se fosse teu...

12
Abr21

O anjo da guarda cap. IX \ parte 2

Intima

125932514_1117683028668514_1789179693274473105_n.j

Ainda não eram oito horas quando Gabriel chegou...

- Olá Gabriel, entra, a minha irmã deve estar a chegar...

- É melhor esconder-me antes que ela chegue...

A campainha tocou nesse momento

- Vai  para o meu quarto e mete-te no guarda fatos...

Depois de verificar que Gabriel estava bem escondido, foi abrir a porta...

-Boa noite Flávia entra, vamos para o meu quarto, tenho de fazer a mala...

- Fazer a mala? vais viajar?

- Vou para Sintra amanhã à noite, em trabalho...

- Mana eu e o Cláudio estivemos a falar, e ambos achamos que devias largar esse trabalho...está a fazer-te mal...

- Primeiro o Cláudio não tem que dar palpites na minha vida e tu também não...amo o que faço e vou continuar a fazê-lo...

- Mas o Cláudio está muito preocupado, contigo e com o bebé...

- Tu disseste-lhe que eu estava grávida? Não tinhas esse direito era uma decisão minha e só minha...que mais é que lhe disseste?

- Mais nada...

- E ao meu patrão, o que lhe disseste?

- Nada, eu não falo com o teu patrão desde que o encontrei no hospital...

- Tens a certeza? Será que ele não foi à tua casa e tu não o deixaste entrar? Será que ele nunca ligou para a tua casa e tu nunca me passaste uma chamada dele, ou nunca me deste um recado que ele possa ter deixado? Será que não lhe disseste que eu tinha tomado a decisão de voltar para o Cláudio?

- Claro que não, isso nunca aconteceu, eu nunca mais o vi desde o Hospital...

Erica estava a tremer de raiva...Gabriel não aguentou mais e saiu do guarda fato...quando Flávia o viu ficou branca...

- Então mana perdeste o pio?

11
Abr21

O anjo da guarda cap. IX \ parte 1

Intima

141307999_2941632722787257_7393381878772318260_n.j

- Bom dia menina Erica, fico contente por vê-la bem...

Erica olhou para cima e o seu coração saltou, seu corpo estremeceu...

- Bom dia Sr. Gabriel...Espero que a viajem tenha corrido bem...

Ela não se esqueceu dele,os olhos não mentem e os dela começaram a brilhar assim que o viu...

- Correu muito bem...novidades?

- O seu pai ligou, diz que está a dar em maluco pediu que logo que podermos nos juntássemos a ele...

- Muito bem...pode vir comigo ao meu escritório para me por ao corrente de tudo o que se passou na minha ausência?!

- Claro que sim...é para já...

Gabriel deixou que Erica entrasse e entrou atrás dela, trancando a porta atrás de si...

Aproximou-se dela e tomou-a nos seus braços...

- Quero te tanto...senti tanto a tua falta...

Suas mãos apoderaram-se dos seios dela, abrindo-lhe a blusa, chupou-os alternadamente, fazendo com que ela gemesse e se agarrasse mais a ele...Erica beijou todo o corpo de Gabriel, com a língua explorava cada cm do corpo de Gabriel, foi descendo até chegar aquele membro duro que ansiava entrar em seu corpo, meteu-o todo na boca e chupou-o, até sentir que Gabriel estava quase a explodir, sentou se na secretária de Gabriel e convidou-o a entrar...Gabriel meteu-o todo de uma só vez fazendo com que ela gritasse de puro prazer...foi entrando e saindo cada vez mais depressa até explodirem os dois num orgasmo fabuloso...

- Meu Deus Erica deixas-me doido...

Ela riu compuseram as roupas e riram os dois do caos que se tinha instalado na secretária dele...

Depois de tudo arrumado, Gabriel olhou com ar sério para Erica...

- Erica não tens nada para me dizer?

- Na verdade tenho Gabriel, aliás tenho uma pergunta para te fazer...Porque é que nestes quinze dias em que estive de baixa não me procuraste? O que aconteceu?

- Erica eu praticamente ligava todos os dias para casa da tua irmã, mas ela arranjava sempre uma desculpa e nunca te passava o telefone, cheguei a ir lá mas fiquei à porta...diz-me a verdade Erica voltaste com o Cláudio, eu estás a pensar em faze-lo?

- O quê? Voltar para o Cláudio, de onde tiraste essa ideia estapafúrdia?

- Foi a tua irmã que me disse e ela estava convicta que isso ia acontecer...

- Isso é uma loucura...eu nunca faria isso, e porque raio ela te disse isso...não acredito...

- Queres que a chame aqui e perguntamos-lhe ?

- Não, ela tem de tirar essa ideia absurda da cabeça...ela falou-me no assunto mas eu neguei...disse-lhe que não havia volta a dar...podes passar logo na minha casa? Vou lhe pedir que ela também venha, quero ver se ela vai ter a coragem de o dizer à tua frente...

Gabriel olhou com ternura para Erica, como gostava dela...tinha de lhe dizer o quanto ela era importante para ele...

- Claro que passo na tua casa...vamos tirar tudo isto a limpo...estás muito bonita e a barriguinha já se nota...estás de quanto tempo?

- Doze semanas, amanhã vou fazer a ecografia ...queres vir comigo?

- Ia adorar ir contigo...a que horas? 

- Ao meio dia...e logo por volta das oito passas lá em casa?

- Sim claro...

- Bem é melhor irmos trabalhar, amanha temos de ir para Sintra...

Abraçaram-se e beijaram-se...gestos que faziam crer aos dois que esta relação ainda tinha muito para dar...

10
Abr21

O anjo da guarda cap. VIII\ parte 3

Intima

160997827_487837648903317_3021828277921050726_n.jp

Gabriel acordou-a

- Annabele acorda...

- Que foi amor...

-Acorda já é tarde e tens que ir para casa...

- Deixa-me ficar aqui contigo...

- Não amanhã falamos, tenho algo muito importante para te dizer...

- A sério?

- Sim agora veste-te e vai para casa...

Gabriel ficou sozinho a pensar em Erica, como estariam ela e o bebé...

Gabriel ainda estava deitado quando Annabele chegou...

- Gabe seu dorminhoco cá estou eu...

- Bom dia Annabele, madrugas-te!

- Estava ansiosa por te ouvir a fazer a pergunta, e responder que sim...

- Como assim responder que sim a que pergunta! Annabele tu estás a pensar que te vou pedir em casamento?

- Não!! Então vais me pedir para ir contigo para Portugal certo amorzinho?

- Errado Annabele, o que eu quero é por um ponto final nisto que existe entre nós...

-O quê? Estás a brincar certo?!

- Acabou Annabele, eu tentei amar-te oh se tentei, mas não consegui...tu só estás interessada no meu dinheiro, na posição social que poderias atingir casando comigo, tu nunca me amaste...amaste o meu dinheiro isso sim...eu quero alguém que me ame e que queira constituir uma família comigo, sem pensar naquilo que eu lhe poderei oferecer...

- Não é justo, eu abdiquei de outras pessoas por ti...eu larguei os meus amigos...

- Eu nunca te pedi isso Annabele, se o fizeste foi por vontade própria...

- Tens outra não é? Encontraste em Portugal uma mulherzinha que não vale nada...

- Não te vou mentir, encontrei sim, encontrei uma mulher que vale muito mais que tu, que mesmo não sabendo daquilo que tenho gosta de mim...agora por favor vai te embora, preciso de tratar ainda de algumas coisas antes de partir esta noite para Portugal...

- Isto não fica assim Gabriel Silva...ainda vais ouvir falar de mim...

Annabele saiu batendo com a porta, deixando Gabriel para trás com uma enorme leveza dentro de si...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub